O Círculo Militar do Paraná, no alto de seus 82 anos, traz uma bagagem de inúmeras vitórias no cenário esportivo, sendo uma das mais importantes agremiações sócio desportivas do país. Ao longo de sua história, o clube tornou-se referência nacional como celeiro de talentos do esporte com a formação de atletas como Emanuel, Giba e Filó do vôlei; Athos da esgrima, Rolando do basquete e Aghata do vôlei de areia.

Atualmente, o clube é uma das principais forças do esporte no Paraná e referência no país. A estrutura oferecida aos atletas é considerada uma das melhores do Brasil. O CMP entende que o processo de formação de um jovem atleta é um trabalho de médio a longo prazo que exige muito esforço. O projeto promove inclusão social dos jovens com talentos esportivos, abraçando aqueles oriundos de comunidades desfavorecidas socialmente.

Para manter as condições necessárias para a prática de diferentes modalidades, o clube recorre a variadas fontes de receitas. Em geral, a composição financeira passa por patrocinadores privados e parcerias com governos. Além disso, também nos beneficiamos com o convênio do município através da Lei do Incentivo ao Esporte, com o desconto do IPTU. Mesmo assim, os recursos não são suficientes, tendo os atletas que custear suas despesas de viagens, como transporte e alimentação.

Em 2015, celebramos o convênio com a Confederação Brasileira de Clubes, pelo qual recebemos nos editais nº 1 e nº 5 os valores de R$ 587.164,50 e R$ 230.206,12, respectivamente. Os recursos foram destinados à aquisição de materiais esportivos, equipamentos e renovação do piso de madeira do Ginásio Palácio de Cristal. Dentre a relação de itens adquiridos, estão inseridos uniformes para treinamento e competição, bolas e equipamentos de preparação física das equipes de esgrima, basquete e voleibol. Também fomos classificados no edital nº 6, que se destina ao pagamento das despesas de RH da equipe técnica multidisciplinar responsável pelo ciclo Olímpico, no valor de R$ 2.743.272,00.

O retorno do investimento tem, inclusive, aspectos financeiros. Por vezes, a exposição em mídia gerada com os aportes no meio esportivo é maior do que com a propaganda tradicional. A mais recente edição das Olimpíadas reafirmou a relevância dos clubes esportivos na formação Olímpica Brasileira. Dos 19 pódios em que o Brasil esteve presente, 17 atletas passaram por clubes desportivos formadores, o que representa 89% entre os medalhistas.

No Brasil são os clubes esportivos os responsáveis por desenvolver e revelar talentos nas mais diversas modalidades. Como as escolas não possuem infraestrutura adequada à prática esportiva, é no clube que o atleta encontra a maior e mais completa estrutura física esportiva do país.

Pin It
DSC 0015
DSC 0421
DSC 5225
DSC 5250
DSC 5360